Hiking no Havaí: Farol de Makapuu

Como eu já disse em outro post, alguns hikings podem ser uma simples caminhada ao ar livre, num ambiente cheio de natureza e sem tanto esforço físico. Exatamente como o do Farol de Makapuu, no Hawaii.

Photo 16-07-14 10 46 42

A trilha é, na verdade, toda asfaltada, tempos atrás era possível até o acesso de carro, ou seja, zero dificuldade. É, de fato, uma subida extensa, mas nada demais, tão tranquila que chega a ser um pouco sem graça, se você gosta mesmo de aventura. As paisagens, por sua vez, são de tirar o fôlego. Como em todo lugar na ilha, o mar é um deslumbre de cores entre o azul e o verde, pintando o quadro perfeito em conjunto com as rochas, as plantas e o céu.

Photo 16-07-14 11 37 31

Photo 16-07-14 11 08 57 (1)

DCIM100GOPRO

No fim da trilha, o lookout mostra o farol mais abaixo, para onde não se tem acesso. E as grades são cheias de cadeados com algum significado pessoal, o que acaba dando um charme a mais ao lugar e à paisagem em geral. É bem bonito, apesar de repleto de turistas concorrendo por um lugar melhor na foto.

DCIM100GOPRO

Photo 16-07-14 11 27 04

 

Photo 16-07-14 11 32 47

Confesso que fui sem saber de tamanha facilidade e movimento, então fiquei um pouco decepcionada, mas, graças a umas boas pesquisas na internet, eu e minha cunhada descobrimos que, em determinado ponto da trilha, há uma descida para as Makapuu Tidepools, piscinas de águas cristalinas formada pelas pedras da montanha em contato com o mar aberto. Aí sim, foi um show à parte!

DCIM101GOPRO

DCIM101GOPRO

A descida fica logo onde tem uma placa informando sobre a possibilidade de se ver baleias no período do inverno (infelizmente, era verão). Não existe uma trilha bem delimitada para descer, tem que ir observando entre as pedras com muito cuidado, mas no meio do caminho você já começa a ver as ondas batendo nas rochas, subindo super alto e cobrindo as piscinas, um espetáculo.

Photo 16-07-14 11 14 41

DCIM100GOPRO

DCIM101GOPRO

Quando se chega lá embaixo, é preciso deixar as coisas num lugar abrigado da água das ondas, mas não tão longe, porque as pedras são quentes e não dá pra andar descalço por muito tempo. Daí então, é só se esbaldar! Esquecemos o snorkel, mas logo percebemos que não era um item essencial, já que dava pra ver nitidamente os corais e peixes mesmo sem máscara, era a água mais cristalina que já tinha visto na vida.

DCIM101GOPROSem dúvidas, um dos lugares mais incríveis de Oahu, no Hawaii . A mistura da tranquilidade das piscinas com a força e a profundidade do mar aberto bem alí, do seu lado, é encantadora. Dessa vez, o benefício foi maior da mente que do corpo. Foi o que aprendi fazendo uns e outros hikings: o estímulo de sensações novas, paisagens novas, solos novos, cheiros novos, é tudo revigorante, dá vitalidade ao ser por inteiro. Todo mundo devia experimentar!

Beijo e boas aventuras!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s