Mês: junho 2015

Dieta Detox: vale ou não a pena?

Algumas semanas atrás, encarei o desafio de passar 5 dias dentro de uma dieta de desintoxicação. Meus motivos eram simples: vinha me alimentando mal, sem estímulo para mudar e sentia que precisava “limpar” meu organismo para recomeçar do zero a vida saudável que tinha perdido. Assim, fechei o pacote da BioFitDetox e mergulhei de cabeça na tal dieta Detox!

Photo 22-06-15 21 17 58

Mas, antes de mais nada, o que é Detox?

O Dr Mohamad Barakat, médico pós graduado em nutrologia, esclarece que “A Detox serve justamente como ponto de equilíbrio, pois promete limpar os órgãos relacionados à digestão, absorção e metabolização de nutrientes (fígado, estômago e intestino).” É uma dieta focada em alimentos naturais, como frutas, verduras, legumes (orgânicos se possível), oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), arroz integral, quinua, amaranto, linhaça, feijão, lentilha, grão-de-bico, etc, além de muito líquido e chás diuréticos que ajudam na eliminação de toxinas do corpo.

Alguns profissionais da área questionam a eficácia desse tipo de dieta, alegando que não há um estado propriamente dito de “intoxicação” do corpo, mas tão somente um mau funcionamento do fígado e rins causado pelo excesso de açúcares, gordura e sódio, facilmente solucionado com uma dieta mais leve.

Justamente por isso, dois pontos são cruciais na dieta detox: ela deve ser, de fato, fundada em uma alimentação mais leve e livre de industrializados (corantes, conservantes, etc), por isso sucos enlatados ou em pó que se dizem detox fogem totalmente ao princípio da mesma. Segundo, o acompanhamento de um nutricionista é fundamental nesse processo, para que não haja carência de vitaminas e nutrientes.

Dessa forma, o que a diferencia de uma reeducação alimentar é tão somente seu prazo de continuidade, que, por exigir muitas restrições, deve ser bem mais curto que uma mudança de hábitos. Na verdade, a detox serve muitas vezes como impulso inicial a esta mudança, até mesmo pela sensação de leveza proporcionada pela ação diurética e melhora na função intestinal, que estimulam o indivíduo a se manter sem excessos e de forma saudável.

Photo 15-06-15 08 09 06 (1)

Esclarecido o conceito e os benefícios da Dieta Detox, vou dividir aqui um pouco da minha experiência com a Bio Fit. É bom frisar que toda a dieta é planejada por uma nutricionista, a Malu Tavares, que inclusive me orientou a não deixar de lado a suplementação que fazia antes ou depois dos exercícios físicos. Dessa forma, respondo a pergunta que mais me fizeram quando iniciei a dieta: e dá pra aguentar a corrida/musculação só com suco?

A corrida eu faço logo cedo, às 6h da manhã, e a dieta geralmente só chegava 6:30h (sim, eles entregam diariamente na sua casa!), então, como não dava pra sair em jejum, eu continuei com a minha vitamina de banana + whey + água como pré-treino e, quando chegava, iniciava normalmente com o desjejum. Já na musculação, a alimentação era toda dentro da dieta, apenas acrescentava 1 dose de whey no pós-treino pra ajudar a manter a massa magra. Me senti super bem assim!

Além do mais, o detox NÃO é só suco, gente! Como optei pelo pacote de 5 dias, no total foram apenas 2 dias “só” de suco, nos outros 3 tinha comida de verdade em todas as refeições. E nos dias líquidos, a ingestão ainda era de 2 em 2 horas, de uma garrafinha de 500ml com sucos super nutritivos, terminando com uma sopinha no fim do dia. Se eu passei fome? Bom, estranhei um pouco nos dias que não tinha um prato de almoço, e quando atrasei mais de 1h da garrafinha da tarde, senti fome e devorei uma banana extra (kkkk), mas logo me arrependi quando não consegui terminar a garrafinha inteira de tão cheia que fiquei. Então, relaxem, se foi tranquilo pra mim que passo o dia comendo, vai ser pra qualquer um!

Photo 30-06-15 11 06 16

Tá, mas e o resultado? É aí que entra outro ponto bem importante: NÃO façam a dieta com o objetivo tão somente de emagrecer, esse não é o intuito dela e não deve ser o seu. A perda de peso acontece, claro, mas nenhuma dieta de curto prazo faz milagres, e grande parte do peso perdido (se não todo) é apenas líquido. Então, acredite, eu sequer me pesei antes/depois. Mesmo assim, eu realmente fiquei mais sequinha e me senti mais leve, além de que, como já havia dito no insta (@amandadutras), meu intestino voltou a funcionar (aleluia!) e me senti beeeem menos propensa a jacar – na verdade, a loucura por doces realmente sumiu – o que, por mim, já valeu demais.

No mais, quero deixar registrado o quanto adorei ter feito essa experiência! Fiz dezenas de vídeos no snap (amandadutras) falando do quanto as coisas eram saborosas e ainda não elogiei o tanto que merecia. Cada comidinha daquelas dava vontade de encomendar mais 10 e me alimentar assim pro resto da vida! Sem falar na praticidade que foi ter tudo organizado e separado, preparado no dia anterior e chegando fresquinho na minha casa logo de manhã. A maior meta da dieta, que era renovar o estímulo de comer melhor, foi alcançada e, por isso, aprovadíssima!

Pra quem se interessou, o site é www.biofitdetox.com.br e basta pedir informações pelo email contato@biofitdetox.com.br, que eles te mandam o guia todinho, com preços, cardápios e tudo mais! E se alguém tiver mais dúvida, pode me perguntar também! 🙂

Beeeijos

Conhecendo o índice glicêmico

Se você está entrando nesse mundo de vida saudável agora, buscando informações sobre o que comer, quando comer e como comer, provavelmente já ouviu falar do famoso “índice glicêmico” dos carboidratos. A regra é: prefira os de menor IG! Ok, mas o que significa isso?

O corpo humano precisa de energia para desenvolver quaisquer atividades do dia-a-dia – principalmente se a sua rotina incluir atividades físicas de média a alta intensidade – e o carboidrato é considerado principal fonte alimentar de produção dessa energia. Mas é muito importante saber a melhor forma de absorvê-lo.

Quando falamos em índice glicêmico, nos referimos ao potencial que o alimento rico em carboidrato tem de elevar o açúcar no sangue. Alimentos que são convertidos rapidamente em glicose, portanto, possuem ALTO índice glicêmico, e acabam por aumentar também o hormônio da insulina, gerando acúmulo de gordura e sensação de fome. É o caso da farinha branca, da batata e dos açúcares refinados (leia-se: pão branco, bolo, pizza, refrigerante, suco de caixinha, etc etc..). Já os carboidratos de BAIXO IG são ricos em fibras, que limpam o organismo, aceleram o metabolismo e, por terem uma digestão mais lenta, nos mantêm saciados por mais tempo. Quais sejam: aveia, frutas, farinha integral, legumes, sojas e vegetais.

posst

Mas isso não quer dizer que você deva cortar ou exagerar em algum alimento baseado tão somente nesses dados. Existem questionamentos acerca da interferência direta do baixo IG nos benefícios supracitados, já que eles são próprios de uma alimentação saudável e com fibras, e não necessariamente de uma dieta de baixo índice glicêmico. A tapioca, por exemplo, possui alto índice glicêmico e é, mesmo assim, super saudável e recomendada por nutricionistas. O que pode (e deve) acontecer é a combinação dos grupos alimentares, visto que as gorduras boas, fibras e proteínas interferem no IG final da alimentação, equilibrando a refeição como um todo. A dica, no caso da tapioca, é misturá-la a fibras, como chia ou linhaça, que não mudam seu sabor, mas ajudam a matar a fome.

No fim das contas, toda pesquisa da área de nutrição nos leva a um conselho do livro “In Defense of Food” que nunca esqueci: “Eat food. Not too much. Mostly plants.” Literalmente: Coma COMIDA (de verdade). Não muita. Principalmente plantas. 🙂 Uma alimentação saudável é uma alimentação equilibrada.

Beijinhos!

Receitinha: Lasanha de Berinjela

Há algum tempo, eu tinha visto essa ideia em algum lugar – trocar a massa da lasanha pela berinjela – e, desde então, vinha morrendo de vontade de experimentar. Quando finalmente comprei a berinjela, preparei a carne moída e já tinha molho de tomate natural na geladeira (receitinha aqui!), tive que por em prática. E, mesmo na pressa e inexperiência, deu certo! Olha só como é prático:

Some time ago, I saw this idea somewhere – to exchange pasta for eggplant – and, since then, I´ve been crazy to try it. When I finally bought the eggplant, cooked the minced meat and already has the tomato sauce at home, there was no more excuses to not cook it. And, even in a hurry and with no experience, it worked! Check how practical this recipe is:

Ingredientes:

  • 2 ou 3 berinjelas (2 or 3 eggplants)
  • Patinho moído (minced meat)
  • Molho de tomate (tomato sauce)
  • Quejo de coalho – ou outro branco (white cheese)

Photo 09-06-15 11 54 59

Cozinhe a carne com azeite, cebola, pimentão, molho de tomate e temperos à gosto. Pré-aqueça o forno em temperatura alta. Corte as berinjelas em fatias e deixe-as na água fervente por uns 2min. Num refratário, cubra o fundo com molho de tomate, coloque uma camada de berinjela, uma de carne moída, outra de molho e repita a série. Por fim, cubra com queijo branco ralado e orégano. Ponha no forno por tempo suficiente apenas para derreter o queijo e voi là! Tá feita sua lasanha livre de massas.

Beijos e aproveitem!

Cook the minced meat with olive oil, onion, pepper, tomato sauce and condiments you like. Preheat the oven at high temperature. Cut the eggplants into slices and let them inside boiling water for 2 minutes. In a pot, put the tomato sauce, the eggplants and the minced meat, then repeat the process. Finally, cover it with grated cheese  and oregano, and put it inside the furnace until the cheese is melted. Voi là, your pasta-free lasagna is ready!

Enjoy it! Kisses

Style to watch: Juju Norremose

A Julia é uma instablogger que já conquistou o coração de muita gente. Com mais de 80k seguidores, ela posta diariamente um pouquinho do seu treino e alimentação para motivar essa galera toda a aderir a um estilo de vida saudável – mas, convenhamos, não existe motivação maior de que aquele tanquinho estampado na nossa cara toda manhã né? Os treinos, como não é de espantar, são assinados pelo conhecido Coach Bueno e os resultados são de dar raiva nas meras mortais.

Julia is an instablogger loved by many people. With more than 80k followers, she posts dialy about her training and what she eats, to motivate all these people to a healthy lifestyle – but, come on, nothing motivates more than her abs posted on our face every single morning, right? The training routine is designed by Coach Bueno and results are really good, as we can see.

Porém, afora todas essas qualidades da Juju, o foco de hoje está nas roupinhas que ela desfila por aí. Como os selfies no espelho da academia são frequentes em sua timeline, dá pra conhecer bem o seu estilo e desejar cada conjuntinho daqueles no nosso closet. Começando com o combo shortinho + top, que com certeza é seu favorito. Ela não economiza na variedade e adora dobrar o cós do short, deixando-o mais curtinho.

But, beside all these qualities, the focus here is on her clothes. With so many selfies on her timeline, we can know her style very well and wish each one of those outfits. Let’s start with the combination shorts + sports bra, which is her favorite. She doesn’t save on variety and loves to fold the waistband of her shorts, what making them shorter and cuter. 

juju1Pra dar ainda mais charme à produções, de vez em quando ela joga uma sainha super fofa no lugar dos shorts. Sempre mais folgadinha pra não deixar o conforto de lado.

Sometimes she goes for skirts instead fo shorts, to make the outfit charmer. The skirts are never too tight, to preserve comfort.

juju2

E, como toda mulher acaba sendo adepta às leggings – seja raramente ou todo dia -, ela também faz bonito com as pernocas cobertas. Discreta e simples, não tem erro.

And, like every woman (some of them always, some of them sometimes), she wears leggings too, and does it very well. Discreet and simple, with no mistakes.

juju3

Como se não bastasse tanta inspiração pra suar pra camisa, a Julia ainda mostra como se faz na hora de desfilar o corpão na praia, com uma fila de biquínis maravilhosos que fazem a gente desejar verão o ano inteiro. Sou particularmente fã do modelo que ela mais usa: lacinhos!

Besides all this inspiration to workout, Julia also does a good job with bikinis. She has lots of beautiful models that make us pray for summer all year long. I’m particularly in love for the model she uses more: brazilian bikini!

juju4

Pra fechar, mais algumas fotinhas do dia-a-dia dessa musa @jujunorremose:

Finally, more pictures of this muse’s routine @jujunorremose:

juju5Espero que tenham gostado! Bejinho (L)

Hope you’ve liked. Kisses (L)